O que é o Consciência Social?

É um blogue que convida todos à aberta discussão de temas relevantes para o desenvolvimento pessoal e de maior consciência social. Encontre temas ligados ao ambiente, práticas ecológicas, soluções de sustentabilidade, espiritualidade, iniciativas sociais e muitas novas ideias! Comenta! Partilha!

segunda-feira, setembro 19, 2005

Ganda Paulo Morais!

Queria aqui expressar o meu apreço por Paulo Morais, o único político que "conheci" até hoje (entre aspas porque a gente só conhece os políticos pelos media...) e em quem confiei. Este homem mostrou, para mim, e pelo pouco que vi, uma coragem e integridade fora do comum, ainda mais no vulgo político português.

Sinopse: ele foi, durante os últimos 4 anos, parte da Câmara do Porto, Vice-Presidente e Vereador do pelouro do Urbanismo e também da Habitação Social. Denunciou as pressões e corrupção e a intimidade clandestina que existe entre o poder político e o sector imobiliário (ver entrevista da visão no link em baixo). E ele sabe-o porque o viveu na pele e presenciou. Bom, disse o que já toda a gente desconfiava, pelo que se vê por esse país fora. Infelizmente eram precisos uns quantos Paulos Morais... Mas temos um e já é bom. Não sei se viram o Prós e Contras da última 2a feira. Foi exactamente sobre o problema das autarquias e ele esteve lá. Eu nunca vejo televisão mas depois de ouvir este homem falar, bastou um minuto para ficar colado. Até que enfim que alguém fala direito e de coisas importantes e que possam fazer a diferença!

Realmente entendi uma coisa: todos os políticos não falam para o povo, não falam para o resto de nós...parece que têm uma linguagem própria. E, na luz do que disse o Paulo Morais e que todos desconfiamos, realmente falam uma linguagem e têm uma cultura que foi bem administrada nos anos de carreira política que fazem, e as suas conversas baseiam-se em jogos de poder e influência e pouco ou nada têm a ver com democracia ou o bem do povo que governam, etc. Pois aqui está um político que, para mim, fez a perfeita ponte entre o poder político e as populações, ponte que deveria estar sempre lá. Gostei de todo o discurso dele, da preocupação pelo estado da nossa democracia e pela necessidade de ir ao "fundo da questão" e começar a resolver os problemas. Um homem que me parece realmente pragmático e que parece estar à disposição!

Links:

Aqui está a entrevista da Visão que começou toda a polémica (a meu ver por ser antes das autarquicas porque noutra altura ninguém ligaria tanto, como foi o caso, penso):
http://visaoonline.clix.pt/default.asp?CpContentId=327639

Mais um link da Visão com outra notícia relacionada e comentários:
http://visaoonline.clix.pt/default.asp?CpContentId=327561

Em termos do que fez - ou tentou - em habitação social pode ler-se notícias aqui e aqui.

Saravá!

2 comentários:

solquartocrescente disse...

O homem esteve muito bem.
Acredito que a sociedade muda pela mudança de atitudes. Atitudes mais éticas, transparentes e verdadeiras.

Quero acreditar sempre que é possível fazer das nossas cidades melhores cidades. Mais seguras e evoluídas. Mais pacíficas e humanas.

solquartocrescente disse...

De qualquer modo há também que referir que grande parte da gente dos bairros do Porto está actualmente descontente com a atitude da actual presidência da camara do Porto.
Eu concordo em que seja preciso renovar e humanizar os bairros sociais da cidade; acabar com a criminalidade e insegurança, a droga e a pobreza.
É um processo díficil de qualquer modo mas tenho confiança no futuro das nossas cidades..