O que é o Consciência Social?

É um blogue que convida todos à aberta discussão de temas relevantes para o desenvolvimento pessoal e de maior consciência social. Encontre temas ligados ao ambiente, práticas ecológicas, soluções de sustentabilidade, espiritualidade, iniciativas sociais e muitas novas ideias! Comenta! Partilha!

sexta-feira, setembro 30, 2005

Suicidio II

"Na adolescência odiava a vida e estava continuamente à beira do suícidio, o qual não cometi apenas porque desejava aprender mais. Agora, pelo contrário, amo a vida (...) muito se deve ao facto de ter diminuido a minha preocupação comigo próprio. Aprendi a ser indiferente a mim mesmo e às minhas deficiências e problemas, e passe a centrar a minha atenção cada vez em objectos e aspectos exteriores a mim."

(...) Três paixões, simples mas irresistivelmente poderosas, governam a minha vida: o desejo de amor, a busca do conhecimento e a insuportável pena pelo sofrimento da humanidade."

"I have lived in the pursuit of a vision, both personal and social. Personal: to care for what is noble, for what is beautiful, for what is gentle; to allow moments of insight to give wisdom at more mundane times. Social: to see in imagination the society that is to be created, where individuals grow freely, and where hate and greed and envy die because there is nothing to nourish them. These things I believe, and the world, for all its horrors, has left me unshaken."
"Reflections on My Eightieth Birthday"


Bertand Russel (1872-1970)


PS - Quiemra, Quimera... se algo vai mal na tua vida, se não te sentes bem contigo, então toma o passo final: abandona esta vida e este mundo... pega em ti e vai sozinha para Timor ou África fazer voluntariado, se não consegues resolver os teus problemas então dedica-te a resolver os problemas dos outros... encontrarás uma felicidade perfeita... foi o este o caminho que me afastou do suicidio quando tinha a tua idade: abandonar a minha vida miserável (e que eu não conseguia deixar de fazer com que fosse miserável, por mais que tentasse) e dedicar-me a fazer a vida dos outros um pouco menos miserável.

3 comentários:

Kimera disse...

sou fraca...

Kimera disse...

És tu Hugo, n és?

Sabes...nem parece k aconteceu cmg...nunka m senti tao fora do meu corpo.

David disse...

Sim, sou eu... claro... ninguém é fraco a menos q queira acreditar q o é... dizer "sou fraco" ou "sou feio" ou "sou inútil" ou outras coisas q tais é muito conveniente... livra-nos de responsabilidades... "não fiz melhor porque sou fraca!""não me mexi para fazer algo bom p mim e pelos outros porque sou fraco!", é conveniente... sim, livra de responsabilidades, mas tira-te toda e qlq liberdade! E pior do q alguém preso é alguém q se aprisiona a si próprio.