O que é o Consciência Social?

É um blogue que convida todos à aberta discussão de temas relevantes para o desenvolvimento pessoal e de maior consciência social. Encontre temas ligados ao ambiente, práticas ecológicas, soluções de sustentabilidade, espiritualidade, iniciativas sociais e muitas novas ideias! Comenta! Partilha!

quarta-feira, setembro 21, 2005

Nao e o coraçao k sente! E o cerebro!

Angustia e Paixao fazem sentir estranhos arrepios do peito, sensações d vazio, dores agudas, sensações d vertigem...mas n é o coração o culpado... é o cérebro. Pensamentos, racionalizações, sonhos impossiveis ou kebrados k s pensa n serem possiveis, ou força k falha kando keremos satisfazer um desejo....O cérebro dita e as sensações sentem-se no coraçao por mera ilusão. A ansieadade dá-nos apertos no peito... pk? pk senti-nos no coraçao se ele não está tão intressado nas nossas emoçoes como o cérebro? Alguém me sabe dizer?

4 comentários:

pichiapastoris disse...

Não deixa de ser caricato mas é verdade caro colega! O coração, para a ciência é apenas um músculo que não está correlacionado com "emoções", mas no universo poético é o símbolo universal do amor. No entanto,seria esquisito se o poeta tivesse escolhido outro órgão....amar alguém do fundo do baço (ou do pâncreas).
Contudo se pensarmos no coração como o orgão responsável pelo Pulsar da Vida talvez entendamos a analogia do coração no amor!

solquartocrescente disse...

:)
Costumava dizer alguém que pelo coração entra e sai todo o fluído sanguíneio que nos é vital.
Não será o mesmo com o amor?

Já agora, sabiam que as culturas hindu e budista mencionam a existência dos vários pontos de energia, os chakras e atribuem ao que está no coração (o quarto) toda a actividade de amar e da compaixão.

E não é por nada que quando nos magoam sentimos mesmo a dor quase só no coração,bem forte dentro do peito!

solquartocrescente disse...

Mas é sempre ao usarmos o cérebro com pousa sensatez que as coisas dão po torto.
As emoções são a linguagem do nosso interior,chame-lhe alma ou apenas o instinto de vivência.
Estas devem ser cuidadosamente escutadas. A inteligência por seu lado sabe dar consciência e organização a estas mas não as substitui mas as pode negar ou fingir que podem ser alteradas.

Kimera disse...

para ti antonieta:

só seria estranho amares alguem do fundo do braço pk n foi defenido essa expressao pela sociedade. cm sempre...a sociedade molda tudo!